026 – A confiança nas mudanças que estão por vir

Posted on 21 de outubro de 2010

0


Analisando alguns emails que tenho recebido, vejo que algumas pessoas estão com uma expectativa muito grande pelas mudanças que estão por vir. No texto número 012, “As Primeiras Mudanças são Iminentes”, mencionei que era grande a probabilidade de acontecimentos palpáveis acontecerem ainda no ano de 2010. O que posso dizer a respeito disso é que eu sei que muitos de nós estamos cansados e insatisfeitos em viver num mundo tão cheio de problemas, traições, apego e insensibilidade. Isso realmente gera uma expectativa muito grande de que as coisas mudem logo. Ao mesmo tempo que essa expectativa é boa, temos que tomar cuidado para que ela não vire impaciência. Não podemos parar de viver o momento presente aguardando para ser feliz apenas quando o mundo já estiver mudado. Devemos, sim, visualizar frequentemente o futuro que nos aguarda, mas trabalhando para que essa realidade aconteça. Imaginemos um mundo em paz, onde todos se respeitam, onde todos são conscientes e altruístas; onde cadeias, alarmes, cadeados não precisarão mais existir; onde podemos esperar amabilidade e respeito de qualquer pessoa que encontrarmos na rua. Por mais que isso ainda pareça utópico, é certo que a visualização dessas situações ajuda que elas se aproximem da nossa realidade. Mas é importante que já sejamos exemplos dessa realidade a partir de agora.
 
Reforço que mudanças enormes já estão acontecendo nos últimos anos nos bastidores do mundo. Todas as canalizações, mensagens telepáticas e psicografias, assim como informações vindas de fontes privilegiadas da ciência e do governo, confirmam que as grandes revelações e acontecimentos estão prestes a acontecer a nível global (pois em pontos isolados isso já vem acontecendo). Mas é impossível saber quando exatamente esse “boom” mundial acontecerá. Profecias e previsões nos dão pistas de como as coisas tendem a acontecer, mas o futuro é dinâmico e as situações podem ser aceleradas, retardadas ou até mudadas de acordo com a influência da energia do pensamento e ações das pessoas. O que é certo é que o despertar consciencial da humanidade está realmente acontecendo de maneira cada vez mais acelerada, e esse processo já não tem como regredir, uma vez que ainda estamos recebendo muita energia de fora para que isso aconteça. As transformações com toda certeza vão ocorrer, e elas ainda são iminentes.
 
Como sempre, nossa mente egóica tende a analisar demais, a nos tornar intranquilos e impacientes, a nos deixar inseguros e questionando a todo momento se estamos no caminho certo. Isso porque a mente material não sabe a história completa. Ela se baseia em acontecimentos e experiências materiais do passado para projetar um futuro ilusório. E com o objetivo de nos proteger de frustrações ou de situações difíceis, a mente cria uma carapaça, um escudo, faz com que fujamos dessas informações, nos mantém na inércia do nosso cotidiano “seguro”. Tudo o que é novo e diferente, representa um perigo para a mente egóica.
 
Um dos nossos principais desafios na Terra é tentarmos nos desligar do controle da mente egóica e entrar em sintonia com a nossa “mente espiritual”, ou “Eu Superior”, ou “consciência divina”, ou “Deus”, que vê tudo de cima, sem limitações, e sabe que tudo acontece exatamente no tempo certo, da maneira exata como deveria acontecer, e que não existe absolutamente nenhum perigo ou ameaça. A consciência divina em cada um de nós sabe que o fim de um relacionamento é para abrir portas para um próximo, onde outros aprendizados importantes e experiências maravilhosas estão por vir enquanto nossa mente se sente insegura, questionando se haverá outra pessoa, se apegando ao sofrimento momentâneo da perda. A nossa consciência espiritual sabe que a demissão de um emprego acontece porque estava programado de uma pessoa abrir seu próprio negócio; a nossa mente, com visão limitada, teme a perda material, a falta de dinheiro, e nos faz sofrer com isso. Ou seja, nosso Eu Superior sabe que qualquer situação que, mesmo que pontualmente nos pareça ruim, nos impulsiona para outras situações melhores que já estavam programadas para acontecer na nossa vida. Precisamos nos lembrar que nunca estamos sozinhos, que nossa vida tem uma programação e que existe uma legião de forças invisíveis nos ajudando para que essa programação seja cumprida da maneira mais suave possível.
 
A mensagem que fica, então, é que precisamos treinar a nossa confiança. Seja relacionada às mudanças de 2012 ou a qualquer assunto do nosso cotidiano, tudo sempre vai acontecer no momento certo e da maneira certa. O nosso papel é nos matermos tranquilos e sintonizados com o nosso lado espiritual para nos desviarmos dos percalços que nós mesmo criamos para atrasar nossos objetivos.
 
Até a próxima.
Maria Bianca

Anúncios
Posted in: Textos